MIGUEL BONNEVILLE // A IMPORTÂNCIA DE SER PAUL B. PRECIADO
Qui 10 Ago 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho


Miguel Bonneville
© Vaida Brazuinaite

‘A importância de ser...’ insere-se no tipo de trabalho em série, como o que tenho vindo a apresentar desde 2006; como fascículos ou capítulos que são importantes por si só, mas que fazem parte do mesmo contexto, de uma obra maior. A importância de ser Paul B. Preciado insere-se num projecto de espectáculos multidisciplinares, partindo da vida e da obra de artistas e pensadores cuja relevância tenha sido vital no meu percurso artístico.
Paul B Preciado - nascido Beatriz Preciado - (Burgos, 1970) é uma das principais referencias da filosofia de género de Espanha. Escritor, filósofo e curador cujo trabalho se centra em temas aplicados e teóricos relacionados com a identidade, o sexo, a pornografia, a arquitectura e a sexualidade. Foi discípulo de Ágnes Heller e Jacques Derrida. Foi director do Programa de Estudos Independentes do Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA) e actualmente é professor de Historia Politica do Corpo, Teoria de Género, e Historia de Performance na Universidade de Paris VIII.

Tomo como ponto de partida para este espectáculo a ideia de 'ensaio corporal' que surge nas obras de Preciado, e também os pontos nos quais o corpo, a performance e a escrita se tocam. Este ‘ensaio corporal’ é uma ideia que acompanha o percurso dos meus projectos anteriores, com as peças sobre Simone de Beauvoir e Agustina Bessa-Luís – como é que a filosofia, a escrita e o corpo se podem transformar numa só peça, tendo em conta os processos de mudança e de criação de cada uma destas áreas? Como dar um fim a algo que se está a questionar e a transformar constantemente? Como manter essa ideia de construção ilimitada dentro de uns parâmetros normalmente tão fechados nas artes de palco, nas quais acabamos sempre com uma peça ‘fechada’?

Procuro explorar e analisar o modo nas quais as estruturas politicas e de poder determinam a nossa própria experiência, a vivência do nosso corpo e, consequentemente, o papel social que desempenhamos.
Dando prosseguimento à proposta iniciada em A importância de ser Simone de Beauvoir, usarei o corpo como uma forma de comunicar, de acentuar o conceito de hibridismo, de procurar a liberdade; o corpo como palavra, a coreografia como escrita: a sedimentação de uma linguagem. Tenho explorado as potencialidades de transformar assuntos pessoais em assuntos públicos, através de vários prismas, e tenho usado a performance como um instrumento de libertação e de questionamento da sexualidade. O meu trabalho gira em torno da (auto)biografia, incidindo sobre as políticas da identidade e do corpo. Estes temas são raramente explorados no contexto das artes performativas em Portugal, sobretudo quando realizados por homens.

Concepção e interpretação: Miguel Bonneville
Consultoria: João Manuel Oliveira
Iluminação: Nuno Patinho

http://miguelbonneville.com/

M/16; 50'


RUI CATALÃO // MEDO A CAMINHO
Sex 4 Ago 21:30 // Teatro da Cerca de São Bernardo, Coimbra


EDURNE RUBIO // LIGHT YEARS AWAY
Sab 5 Ago 21:30 // Teatro da Cerca de São Bernardo, Coimbra


LOOPSLISBOA // Tiago Rosa-Rosso Carvalhas // Patrícia Almeida // Pedro Vaz
Qui 10 a Sab 12 e Qui 17 de Ago, 18:00-22:00 // Álcaçova, Montemor-o-Velho


MIGUEL BONNEVILLE // A IMPORTÂNCIA DE SER PAUL B. PRECIADO
Qui 10 Ago 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho


DAVID MARQUES + TIAGO CADETE // APAGÃO
Sex 11 Ago 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho


ELENA CÓRDOBA // EL NACIMIENTO DE LA BAILARINA VIEJA
Sab 12 Ago 22:30 // Sala B, Montemor-o-Velho

LÍGIA SOARES // ROMANCE
Qui 17 Ago 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho


BRUNO HUMBERTO // A MORTE DO ESPECTADOR
Sex 18 e Sáb 19 Ago 22:30 // Garagem Auto-Peninsular, Figueira da Foz

WHALES
Dom 20 Ago 22:30 // Garagem Auto-Peninsular, Figueira da Foz