RUI CATALÃO // ASSEMBLEIA 
QUI 30 NOV e SEX 1 DEZ 21:30 // Teatro da Cerca de São Bernardo, Coimbra

Google Maps Coimbra
© Google Maps

Assembleia realiza-se a partir de um Laboratório de trabalho aberto à comunidade onde o projecto será desenvolvido e o espectáculo será apresentado.
Nesse Laboratório serão abordadas as temáticas locais e será iniciada a preparação da “assembleia” com um grupo local.
Cada espetáculo terá uma ligação directa com o contexto local, com as suas histórias, com o seu património, criando um projecto único de cada vez que é feito num novo contexto.
O “casal de actores”, protagonista da peça, será encontrado e preparado no laboratório iniciado em cada novo local.
Os restantes participantes do Laboratório farão parte da “assembleia” e estarão integrados no público.

O ponto de partida é o seguinte:
Um casal de actores discute “o problema da habitação” e da “coabitação”.
Um dos elementos do casal defende que devem permanecer, e trabalharem juntos para criarem melhores condições. O segundo elemento do casal, opostamente, defende que devem mudar-se. Há quatro níveis potenciais de mudança: 1.de casa, 2.de bairro, 3. da cidade ou da população, 4. do país.
O resultado da discussão deve gerar três opções: ou ficam, ou mudam-se, ou separam-se e cada um toma a sua própria decisão.
A partir do momento em que chegam a um acordo, sobre os problemas que enfrentam, trata-se de identificar problemas que só podem ser resolvidos no contexto da comunidade, usando “ferramentas” políticas para solucionarem os problemas apontados.
Uma vez definidos esses problemas do domínio público, que dependem de uma abordagem e tomada de decisão colectiva, o casal convoca então a assembleia – o público na plateia!
O diálogo entre o casal e o público visa estabelecer um contrato: a comunidade, representada pela assembleia, aceita como válidos os problemas enunciados? Solidariza-se com eles? Está disposta a responsabilizar-se, assumindo que são uma causa comum? Como é que pretende fazê-lo? Quem faz o quê? Com que meios? Recorrendo a que tipo de ações? Quem se compromete? Quem se responsabiliza? Qual é a próxima etapa?


O Citemor e A Escola da Noite convidam a participar no Laboratório dirigido por Rui Catalão, que culminará nas apresentações públicas do espectáculo “Assembleia”, em Coimbra, no Teatro da Cerca de São Bernardo, no âmbito do programa do 39º Festival de Montemor-o-Velho. Os participantes no Laboratório, sobretudo os que pretendam ser protagonistas do espectáculo, deverão ter disponibilidade para sessões de trabalho nas seguintes datas: 6 a 12 de Novembro, 19 a 24 de Novembro e 28 de Novembro a 1 de Dezembro.
A participação é gratuita e não é requerida experiência em artes performativas. Se tiver disponibilidade e interesse pode esclarecer dúvidas ou realizar a sua inscrição através do e-mail coimbra.assembleia@gmail.com ou pelo telefone 917 909 607.
Mais informações sobre o Laboratório…


Autoria: Rui Catalão
Luzes: Cristovão Cunha
Produção: [PI] Produções Independentes | Tânia M. Guerreiro
Coprodução: Teatro Maria Matos
Produções Independentes é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes

www.producoesindependentes.pt

M/16; 60'



SEX 17, SAB 18, QUI 23, SEX 24 e SAB 25 NOV, 18:00-21:00 // Quarteirão das Artes, Montemor-o-Velho 

SEX 17 NOV 21:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho

SAB 18 NOV 21:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho

QUI 23 NOV 21:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho

SEX 24 NOV 21:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho 

SAB 25 NOV 21:30 // Galeria Municipal, Montemor-o-Velho 

RUI CATALÃO // ASSEMBLEIA 
QUI 30 NOV e SEX 1 DEZ 21:30 // Teatro da Cerca de São Bernardo, Coimbra

SAB 2 DEZ 21:30 // Teatro da Cerca de São Bernardo, Coimbra

QUI 7 DEZ 21:30 // Garagem Auto Peninsular, Figueira da Foz

SEX 8 DEZ 21:30 // Garagem Auto Peninsular, Figueira da Foz

SAB 9 DEZ 21:30 // Garagem Auto Peninsular, Figueira da Foz

Subpáginas (1) Laboratório