FRANCISCO CAMACHO
VIAGEM SENTIMENTAL
Sáb 4 Ago 22:30 // Castelo / Sala B, Montemor-o-Velho
(residência de criação)

© Susana Paiva


“Viagem Sentimental” é um projecto do coreógrafo Francisco Camacho que se centra na pesquisa de uma determinada zona geográfica para a construção de um espectáculo que reflecte essa observação dos locais onde se desloca. A metodologia pressupõe que o coreógrafo viaje para uma dada região, munido dos seus apetrechos para registar as primeiras impressões sobre o local e as suas gentes. Visita uma série de pontos de interesse e tem conversas com pessoas relevantes para a sua pesquisa, conhecedoras da história, dos hábitos e da cultura locais. Assume o lugar do forasteiro, num misto de curiosidade e inquirição, que tenta compreender os códigos da vida e as potencialidades coreográficas na paisagem e movimentos da terra.

Um dos eixos que determina o desenvolvimento do espectáculo é a “Um lugar nunca é apenas “aquele” lugar: aquele lugar somos um pouco também nós. Seja como for, sem o sabermos, trazíamo-lo dentro de nós e um dia, por acaso, chegamos lá. Chegamos no dia certo ou no dia errado, conforme, mas isso não é responsabilidade do lugar, depende de nós. Depende de como lermos esse lugar, da nossa disponibilidade para o acolhermos dentro dos nossos olhos e dentro da nossa alma, de estarmos alegres ou melancólicos, eufóricos ou disfóricos, de sermos jovens ou velhos, de nos sentirmos bem ou de nos doer a barriga. Depende de quem somos no momento em que chegamos a esse lugar.” Antonio Tabucchi in “Viagens e outras viagens” identificação de festividades e ritos da região envolvente, no sentido de os revisitar, desenvolvendo uma linguagem de movimento que estruturará a coreografia. Um dos outros eixos prende-se com a recolha de informação sobre figuras notórias da terra, seja porque se distinguiram na sua intervenção profissional, social ou cultural, sejam porque mantêm um papel importante no imaginário local, sendo figuras singulares - típicas ou atípicas pela sua excentricidade.

A reelaboração dos materiais recolhidos prevê o desenvolvimento de cenas do espectáculo que evocam essas figuras, numa linha de trabalho habitual no coreógrafo, conhecido pela abordagem de personagens, e passa também pela escrita de textos a serem ditos ao vivo ou em gravação, ou ainda projectados.

Desejavelmente, este primeiro contacto com a terra inclui um período de atelier artístico com interessados nas artes performativas e que, junto com o coreógrafo, abordam criativamente elementos que definem a cultura local. Estes participantes contribuem assim para a perspectiva cultural e artística do artista forasteiro, enriquecendo o seu trabalho. Estes contributos poderão chegar a contemplar participações cénicas ou em registo audiovisual a utilizar no espectáculo.



Coreografia e Interpretação: Francisco Camacho
Direcção Técnica e Desenho de Luzes: Hugo Coelho
Produção: EIRA
Agradecimentos: Devir-Capa, José Laginha, Diego Lasio


I-VO DIMCHEV // LIVE SOLO CONCERT
Qui 19 Jul 21:30 // Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra

Sex 20 Jul 21:30 // Teatro de Bolso do TEUC, Coimbra

Sáb 21 Jul 21:30 // Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra
Qui 26 Jul 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho

Sex 27 Jul 22:30 // Casa Catela, Montemor-o-Velho

Sáb 28 Jul 22:30 // Sala B, Montemor-o-Velho

Qui 2 Ago 22:30 // Garagem Auto Peninsular, Figueira da Foz

Sex 3 Ago 22:30 // Casa Catela, Montemor-o-Velho

FRANCISCO CAMACHO // VIAGEM SENTIMENTAL
Sáb 4 Ago 22:30 // Castelo / Sala B, Montemor-o-Velho

Qui 9 Ago 22:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho

Sex 10 Ago 22:30 // Museu do Sal, Figueira da Foz

Sáb 11 Ago 22:30 // Auditório Municipal, Figueira da Foz

Qui 2 a Sáb 11 Ago // Museu Municipal Santos Rocha, Figueira da Foz


No acesso a todos os espectáculos é o espectador que define o preço do bilhete