SÓNIA BAPTISTA

WOW

CO-PRODUÇÃO

SEX 29 JUL 21:30

TEATRO DA CERCA DE SÃO BERNARDO, COIMBRA

© JOANA DILÃO

Na Grécia antiga, o belo e o bom eram considerados conceitos inseparáveis. A contemplação da beleza era suposto produzir não só maravilhamento e deleite, como também aproximar o espetador de um desejo de justiça e um anseio por ideais superiores. Mas ao longo dos tempos o culto da beleza tem tido também os seus detratores. A beleza, defendem, é uma mera distração do que realmente importa. Mais do que a beleza, é a feiura que nos leva a transcender a aparência da matéria e que abre a nossa mente para a verdadeira e assombrosa perceção do sublime. Como se tratasse de um choque transcendente, uma criação da mente em que o terror e o prazer se confundem.

Feitas as contas, damos um ar da nossa graça porque é bela, para os outros, a nossa desgraça.

Quem o feio ama…

Criação e interpretação Sónia Baptista

Cocriação e interpretação Joana Levi, Gaya de Medeiros e Cire Ndiaye

Violino Maria da Rocha

Participação especial Inês Gonçalves

Desenho de luz Daniel Worm

Espaço cénico e adereços Raquel Melgue, Mariana Gomes

Música original (a partir de António Vivaldi) Eduardo Raon

Desenho de som Rodrigo Gomes

Figurinos Lara Torres, Sónia Baptista

Vídeo Raquel Melgue

Coaching vocal Rita Carolina Silva

Consultor técnico Carlos Campos

Fotografia de cena Joana Dilão

Produção AADK PORTUGAL

Coprodução Culturgest, Teatro Viriato, Citemor

Apoio Estúdios EVC, Rua das Gaivotas6, Teatro do Mar (Rigging)

Agradecimentos Elisabete Fragoso, Maayan Sophia Weisstub, Gonçalo Barreiros, Maria Filomena Molder, Liliana Coutinho, Cintya Hartman, Julieta Aurora Santos, Paula Garcia, Mark Deputter, Patricia Portela, Armando Valente, Mariana Ricardo, Ana Pais, Pedro Barreiro, David Cabecinha, Nuno Fonseca


M/6; 70 min