2 Sexta 22h30 \\ Praia do Cabedelo - Figueira da Foz

RENATO LINHARES

SHAMPOO - autobiografia do chão

residência de criação, coprodução, estreia

© MÁ-CRIAÇÃO

SHAMPOO [ autobiografia do chão ] é um projeto do criador Renato Linhares, uma produção da Má-Criação (PT) em colaboração com os Foguetes Maravilha (BR). O trabalho que cruza linguagens como o circo, teatro e dança, tem como dispositivo técnico a patinagem artística e apresenta uma investigação sobre a potência que se dá no encontro entre uma performance que acontece nas ruas e os corpos que estão comumente em movimento no espaço público.

A estrutura dramatúrgica da obra acompanha a ficção criada pelo performer a partir do movimento de se colocar sobre os patins, na rua, enquanto a noite cai. A ideia de "deslizar durante o crepúsculo" é apresentada ao público como um eixo temático que ativa o acesso a corporeidades ancoradas na infância: o esconderijo da feminilidade no corpo de menino; o mergulho na patinagem como fuga do eixo familiar; o constante ato de cair (única forma de aprender a patinar) como descoberta política para se relacionar com a vida. Enquanto a noite cai, caem também as máscaras que servem de proteção à luz do dia. Para as comunidades dissidentes de género, a noite sempre foi lugar de acolhimento e troca de conhecimentos. Sob a luz dos projetores, a espetacularização ganha a cena, e o que se mostra e, sobretudo, se quer ver brilhar é a delicadeza mais profunda das emoções que vivem à sombra ou no rés do chão. 



Criação de Renato Linhares

em diálogo com Alice Ripoll, Cristina Moura e Paula Diogo

Direção, coreografia, texto e performance Renato Linhares

Apoio dramatúrgico Alex Cassal e Caroline Maria

Música Ricardo Dias Gomes

Desenho de luz Wilma Moutinho

Construção adereços/cenografia João Mancha

Colaboração figurinos a definir

Fotografia João Tuna

Produção Má-Criação, Vanda Cerejo e Daniela Ribeiro

Co-produção Foguetes Maravilha, Festival CITEMOR

Residência de criação: Sequénce Danse - Le Centquatre (Paris), Biblioteca de Marvila

Apoio à criação Cia REC

Financiamento Direcção Geral das Artes - República Portuguesa

Agradecimentos Sofia Dinger, Cláudia Gaiolas

 


BRASIL: estreia no MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro em 2025 no festival Atos de Fala.

A primeira apresentação de Renato Linhares em Portugal teve lugar no Citemor, em Montemor-o-Velho, como intérprete de “Impromptus” de Fernando Renjifo (6 e 7 de Agosto de 2010).



https://foguetesmaravilha.wordpress.com 

FacebookInstagramYouTube